Archive for Setembro, 2009

Louvre por um ano

30 de Setembro de 2009

O grande acontecimento de hoje, sem dúvida, foi a aquisição da minha carteira profissional do Louvre. Por ser um profissional da área cultural (e eles me reconheceram assim) tive direito a, a partir de uma taxa de poucos mais de 50 reais, fazer uma carteira que me dará livre acesso ao Museu do Louvre por um ano inteiro. Sem enfrentar filas para comprar ingresso! Bom, quando quiser ir lá só ver um quadro, posso ir sem culpa. Se quiser estudar lá dentro, na frente de um Da Vinci, sem problemas… A imagem do dia, sem dúvidas, é o museu.

Louvre 3

Amanhã conto um pouco sobre meu primeiro passeio lá.

Estações de metrô (1)

29 de Setembro de 2009

Paris tem muitas – mas muitas – estações de metrô. Elas ficam por toda – toda mesma – a cidade. A maior parte não tem nada demais, são normais e impessoais. Mas algumas tem detalhes bem legais. Vou mostrando várias ao longo. Começo com a Bastille.

DSC00049

Umas das linhas desta estação fica a céu aberto, de frente pro Sena. E ela é toda enfeitada com azulejos mostrando cenas deste local marcante pra histórica francesa. É uma das que mais gosto.

Início de outono

28 de Setembro de 2009

DSC00038

O outono já chegou! Nesse boulevard, aqui perto de casa, as folhas verdes já estão ficando para trás e as marrons começam a aparecer. O chão já está ficando cheio de folhas secas. Muito legal poder ver o que são, realmente, as quatro estações… E o frio tá chegando! Beijos.

Paris em família

27 de Setembro de 2009

Almoço de família em Paris:

DSC00202

Eu, meu primo Ipe e família aqui em Paris. Uma pena, eles estão indo embora… Desde que cheguei nos encontramos várias vezes, foi ótimo. Todos os encontros foram ótimos, deram um tom familiar aqui em Paris.

Cartoucherie

26 de Setembro de 2009

Hoje foi dia de ir conhecer a Cartoucherie. Cartoucherie é um lugar umm pouco distante de Paris mas super fácil de chegar que, há algumas décadas, era uma fábrica de armas. Quando foi desativada, se tornou sede do Thêátre du Soleil, um dos teatros mais importantes do mundo, dirigido pela Ariane Mnouchkine. A entrada era assim:

DSC00196

A peça não era do Soleil, mas estava muito afim de ver. Era um Crime e Castigo. Ela era dividida em duas partes. Sextas o grupo faz a primeira parte, domingo faz a segunda parte e sábado mostram tudo. Se fosse bem legal, até que poderia valer pelas CINCO HORAS E MEIA de peça. E era bem mais ou menos… Enfim, valeu a experiência, o passeio e a torta de chocolate que comprei no intervalo.

Placas (1)

25 de Setembro de 2009

Em Paris, há muitas placas em prédios. A cidade investe muito na produção de memória. Em cada canto tem uma placa indicando um acontecimento notável daquele local. Volta e meia você está perdido e se depara com uma placa muito legal. A primeira que quero colocar é essa:

Placa 1

Diz assim: “Nesse prédio, um dia chamado de Hotel D’York, em 3 de setembro de 1783, David Hartley, em nome do Rei da Inglaterra, Benjamin Franklin, John Jay, John Adams, em nome dos Estados Unidos da América, assinaram o Tratado Definitivo de Paz reconhecendo a independência dos Estados Unidos”. Esse dia foi muito maneiro! Eu achei muito sensacional estar perdido na cidade e, de repente, me ver de frente para o local onde, simplestemente, foi reconhecida a independência dos Estados Unidos. Outras placas vão vindo… Beijos.

Farofa!

24 de Setembro de 2009

Hoje, dia de ir ao banco resolver pendências, tive que ficar fazendo hora na rua por um bom tempo. Ainda bem que tinham me indicado uma loja de brasileiros em Paris e eu estava com o endereço. Fui lá:

Coisas do Brasil

A loja tem um monte de coisas do Brasil, como pastilha garoto, bono, café, leite em pó, nescau, toddy, havaianas, baton, kit feijoada. A atendente te recebe com um sonoro “Boa tarde”. Lá tive a felicidade de encontrar e comprar farinha de mandioca. Vou poder acrescentar farofa nas minhas refeições!

Cinema

23 de Setembro de 2009

Quem chegou hoje aqui em Paris foi a Natália, velha amiga de escola. Veio a Paris, praticamente, só para ir ao cinema. Já me apresentou vários cinemas pequenos, legais, que fazem maratonas a madrugada toda de sábado. Bem legal! O programa foi, claro… cinema! Vimos um filme do Manoel de Oliveira (“Singularidades de uma jovem loira”, que aparace no topo da foto) , com fortíssimo e engraçadíssimo sotaque de Portugal, no Cinema Le Latina. Bem legal.

Natália

Estátuas (1)

22 de Setembro de 2009

Paris é repleta de estátuas, de placas indicando acontecimentos passados no local, de estações de metrô sensacionais. Tenho tirado muitas fotos desses três locais. Vou colocando, ao longo do tempo, essas fotos que estou acumulando. Comecemos, então, com uma estátua de um jacobino guilhotinado onde hoje é a Praça da Concórida, por que não?

DantonDanton! A estátua foi construída no primeiro centenário da Revolução e está na frente de um cinema ótimo, onde fui à minha primeira sessão de cinema em Paris.

Apartamentos

21 de Setembro de 2009

Tem uma coisa muito engraçada aqui em Paris: os apartamentos não tem número! A maioria absoluta deles. Quando você vai dar o seu endereço, você só diz o número do prédio. Se alguém vai te visitar, tem que se virar no prédio para achar qual é a sua porta. E o correio? Aí é que tá: os prédios tem caixas de correios, mas não são caixas de correio com o número do apartamento, como é no Brasil. Cada caixa de correio tem o nome do morador. E o correio tem que ficar procurando os nomes em cada caixa. Olha o meu aí:

DSC00104

Beijos.