Archive for Novembro, 2009

Em pleno meio-dia

30 de Novembro de 2009

Não é brincadeira! A foto foi tirada ao meio dia… O outono está mesmo indo embora…

Anúncios

Crepe

29 de Novembro de 2009

Domingo é dia de crepe! Agora, então, que descobrimos o bom local de crepe, onde você pode escolher os ingredientes e montar seu crepe, o lanche é certo.

Quase em todo lugar é assim, o crepe vem enrolado e você come com a mão mesmo. Só não dá para pedir com ovo. Ao invés deles botarem uns pedaços de ovo cozido, colocam o ovo cru no crepe… Não dá.

Estátuas (2)

29 de Novembro de 2009

Os franceses gostam de relembrar a independência dos Estados Unidos – talvez para se dizerem responsáveis por ela ou por lembrarem de uma guerra em que eles ganharam dos ingleses. Na beira do Sena, a estátua é de Thomas Jefferson.

Que aperto!

28 de Novembro de 2009

Hoje fomos à uma peça em Montparnasse, dirigida por um brasileiro. Engraçada, zoando os soviéticos… A questão maior que fica é: por que os parisienses calculam tão mal o espaço que reservam para as pessoas num teatro? Veja aí a foto:

Essa são as minha pernas e da Julia. Custava aumentar uns 10cm o espaço? E se a pessoa tem a perna um pouco maior? Se é muito alto? Não fica ali com certeza. E é a mesma coisa no metrô, nos cafés, enfim, em vários locais que ficam pra outros posts.

Placas (3)

27 de Novembro de 2009

Essa placa está no canto da Île-de-la-Cité, bem na ponta. Num ponto super bonito da cidade, mas indicando um evento bem sinistro:

“Nesse local, Jacques de Molay, último grande mestre da ordem do templo (são os templários) foi queimado em 18 de março de 1314”.

Vista da Bastilha

25 de Novembro de 2009

A Place de la Bastille, onde ficava a antiga fortaleza medieval que depois se tornou prisão real e foi derrubada pelos revolucionários no final do século XVIII, hoje tem a marca de um grande monumento com uma escultura na ponta, simbolizando a liberdade. Ela pode ser vista de vários pontos da cidade e um deles é esse aqui, ao final de um canal que esqueci o nome:

Essa noite o jantar foi lá, no Hippopotamus, onde dá para comer uma carne e um hamburguer sem deixar o olho como forma de pagamento.

La durée

24 de Novembro de 2009

Ontem, tendo dado um pulo na Champs-Élysée, não pudemos deixar de dar um pulo em La durée. Trata-se de  restaurante super bonito, num ponto bom avenida, super tradicional, num prédio antigo e muito bem conservado. Mal comparando, é um tipo de Confeitaria Colombo. Os doces são sensacionais!!!! Trouxemos esse para casa:

Segundo o Braghiroli, é o único doce do mundo com ouro – e comestível! Reparem em cima do doce o brilho do ouro. Se tudo der certo, daqui a um mês exato a ceia de natal vai ser lá.

Champs-Élysée em clima de natal

23 de Novembro de 2009

É, a avenida mais famosa de Paris já se iluminou para o Natal. Enquanto isso, com o frio pegando e o espírito de compras chegando por aqui, já inaugurei meu sobretudo preto (finalmente comprei!), calça e cachecol novos. Vejam aí se ficou bom…

Peça de recepção

22 de Novembro de 2009

Bom, um dos programas de recepção para a Julia aqui foi uma ida ao Théâtre des Bouffes du Nord. Fomos assistir a um ensaio da peça Eleven and Twelve, do Peter Brook. O teatro é muito legal, é um teatro super antigo e caindo aos pedaços. Mas está todo reformado na sua estrutura e nas partes técnicas. Vira uma tração, é super bonito. Olha aí quem assistiu da primeira fila do balcão…

Paris em família de novo

21 de Novembro de 2009

É, aqui tá se tornando um lugar familiar…